• Ícone bandeira do Brasil
  • Ícone bandeira da Inglaterra
  • Ícone bandeira da Espanha

Conheça Seis passos de como mover sua TI para a nuvem

30/03/2016
Conheça Seis passos de como mover sua TI para a nuvem

Atualmente no mercado de tecnologia , quanto a adoção da computação em nuvem, não é uma ação rápida, apesar de já ser um ponto consolidado. Requer um planejamento consistente pelas empresas para mover sua TI (Tecnologia da Informação) para a nuvem. Poder acessar dados e informações de qualquer lugar do mundo parece um sonho que a cloud transformou em realidade. Algumas questões precisam ser consideradas e vão ao encontro com a estratégia da organização. Contar com profissionais qualificados é fator crítico de sucesso. Se surgirem dúvidas, fale com que entende.

Em pouco tempo de surgimento da cloud computing, muitas empresas já movimentaram seus dados para o ambiente de nuvem. Tudo indica que é um caminho sem retorno. No entanto, antes de agir impulsivamente, as empresas precisam elaborar uma estratégia e para isso precisam entender seus objetivos e os riscos associados em um processo de movimentação. Nem toda nuvem é igual. Existem vários tipos de serviços, específicos para atender as diferentes necessidades das empresas. E você, já migrou seus dados para nuvem?

É sempre importante que a empresa elabore um plano de ação para conduzir o processo de migração. Confira aqui recomendação em cinco passos para começar a mover sua TI para a nuvem:

1.    Fazer uma lista das prioridades. Faça o processo de migração de forma gradual para não ter impacto no ambiente produtivo da empresa.

2.    Avaliar a estratégia de redundância – A maioria das empresas contratam plataformas fora da empresa para criar uma contingência em caso de desastre com o ambiente produtivo interno, e também para garantir que seu dado esta seguro fora do ambiente.

3.    Avaliar quais as aplicações que demandam maior capacidade da infraestrutura de TI – Aliado à lista de prioridades, fazendo essa análise você conseguirá garantir a performance adequada para cada aplicação corporativa, e também classificar o nível de redundância que precisa ser empregado.

4.    Verificar se existe algum impedimento legal para a migração;

5.    Avaliar a utilização da nuvem como ambiente de teste e Homologação – Alguns gestores começam sua experiência com plataformas de Cloud, usando ambientes de teste e homologação, para ganharem experiência, e usarem ambientes que não afetam diretamente a produtividade da empresa.

6.    Escolha o melhor fornecedor – Cresce a cada dia a oferta de serviços de cloud computing no mercado. É preciso, no entanto, conhecer e avaliar fornecedores antes de assinar um contrato. Temos vários cases de sucesso com a migração de empresas para a clud, importante avaliar qual fornecedor pode adaptar melhor a infraestrutura, a sua necessidade de negócio, avalie a flexibilidade de crescimento, ambientes já homologados, sempre que visite as instalações para verificar nível de segurança e resiliência do ambiente onde suas aplicações irão ficar hospedadas.

De acordo com a pesquisa publicada pela Bain & Company, nenhuma empresa migra 100% de seus dados para a cloud, de imediato. Precisa planejar e elaborar estratégias. As empresas desejam transferir boa parte de sua estrutura de TI para a nuvem, mas de fato só fazem isso com 18% da carga de trabalho.

Outro estudo da Global Data Protection Index, divulgado pela EMC e feito em parceria com a Vanson Bourne, mostrou que as empresas brasileiras estão perdendo bilhões de reais sem a Cloud. Sem elas, os empresários não aproveitam o armazenamento de Big Data, continuam investindo muito dinheiro em infraestrutura própria e perdem o poder de maximização dos recursos de seus negócios oferecido pela virtualização de sistemas e outras aplicações.

Apesar de reconhecer os benefícios da computação em nuvem, os gestores de TI enfrentam uma série de empecilhos.

Quando o trabalho com a nuvem inicia, muitas mudanças ocorrem na área de TI. A depender do modelo de implementação, como a cloud pública, o trabalho poderá ser controlado fora, muitos benefícios são obtidos e fazer a mudança de forma assertiva é o ideal. Considerando o alinhamento da governança de TI com a governança corporativa, o processo de movimentação deve ocorrer de forma sustentável, com elevado nível de confiança estabelecido e fazendo um bom uso de cloud, como a definição clara de todas as responsabilidades internas e funções relacionadas ao fornecedor e a construção de confiança em todos os processos de negócios que dependem de computação em nuvem, portanto é uma decisão que requer muito planejamento.

Solicite uma proposta Solicite uma proposta Agende um tour Agende um tour Chat online Chat online