• Ícone bandeira do Brasil
  • Ícone bandeira da Inglaterra
  • Ícone bandeira da Espanha

O que faz um chefe de dados

30/11/-0001
O que faz um chefe de dados

Novas tendências, como a digitalização no ambiente de trabalho, tem exigido que o profissional de T.I. assuma outros papéis. Com uma visão analítica e capacidade empreendedora, o chefe de dados é um cientista profissional de T.I. que faz o trabalho de unir a tecnologia com a gestão de negócios. Ele ajudará as organizações a analisarem e classificarem os dados da organização.

 

Com o intuito de atender as exigências dos consumidores por inovação, o chefe de dados assume o controle de trazer a transformação digital para a empresa utilizando seus conhecimentos sobre a Ciência de Dados. Assim, ele consegue ter acurácia e agilidade para integrar sistemas, digitalizar os negócios, automatizar processos e conquistar alta performance.

 

Mas, afinal, o que é a Ciência de dados? Segundo a UC Berkeley School of Information, esta área é a interseção dos campos das ciências sociais e estatísticas, da informação e ciência da computação e do design.

 

 

 

Profissional de T.I. em mutação

 

Para empresas que já tenham uma cultura corporativa baseada em dados ou que estão pensando em desenvolver uma área própria, o cientista tem a função de torna-la proeminente em um mercado em constante revolução.

 

A organização que já tem um DNA de transformação digital precisa montar um time que esteja de acordo. Dessa forma, ter um cientista de dados que atue como chefe é primordial para extrair o melhor da equipe e quebrar paradigmas ao amadurecer o departamento sob sua gestão. Entre suas atribuições mais importante, podemos destacar:

 

Reuniões com a equipe para encontrar necessidades e detectar desafios, como fidelização de clientes, elaboração de métricas avançadas para apoiar campanhas de marketing e identificação de tendências do mercado, entre outros;

Criação de novas ferramentas ou modelos em parceria com os analistas de negócios e outros profissionais de T.I.;

Aperfeiçoamento de códigos, soluções de defesa para o banco de dados e resolução de problemas técnicos.

 

 

Tecnologia a serviço da gestão

 

A visão analítica de um chefe de dados é extremamente importante para o correto gerenciamento de dados e aumentar a performance da organização. Um bom planejamento estratégico exige informações atualizadas e confiáveis, mesmo os dados gerados e armazenados aumentem absurdamente a cada momento. A gestão eficiente é um desafio competitivo e o chefe de dados tem a missão de ampliar a proatividade do negócio com análises periódicas que avaliem os serviços oferecidos, sugerindo melhorias e, até mesmo, criando novos.

 

O trabalho que um chefe de dados faz com a tecnologia exige muita iniciativa e agilidade para lidar com mudanças, conhecimento para conseguir automatizar processos e procedimentos e planejamento interno e acompanhamento da equipe, entre outras habilidades e ações.

 

Com um banco de dados bem estruturado é possível, para a empresa, conhecer os perfis de seus clientes e determinar suas necessidades e quais serão as formas mais efetivas de atendê-lo e fidelizá-lo. Desta forma, também conquistam novos clientes, já que a empresa ganhará a fama de ser assertiva e ágil. Contar com um sistema de gestão de banco de dados é o mais indicado para satisfazer tais atribuições de forma completa.

 

Contar com uma ferramenta para o gerenciamento possibilita a centralização das informações e seu rápido processamento. Assim, os dados são movimentados entre sistemas e plataformas de forma mais segura e precisa. A manutenção e renovação dos dados é outra atividade importante para mantê-lo a salvo de invasões e ataques de hackers. Outra medida importante é apostar em soluções de segurança eficientes.

 

 

 

Gostou deste artigo? Deixe um comentário abaixo ou conheça as soluções que a Ascenty desenvolveu para ajudar o trabalho do chefe de dados e de tantos outros profissionais de tecnologia.