• Ícone bandeira do Brasil
  • Ícone bandeira da Inglaterra
  • Ícone bandeira da Espanha

Open Source: O motor que está alavancando o crescimento da cloud

30/03/2016
Open Source: O motor que está alavancando o crescimento da cloud

É inegável que o movimento da tecnologia Open Source (código aberto) está transformando toda a indústria da tecnologia e até mesmo o setor público. Nos últimos anos, cada vez mais organizações estão se libertando e deixando de ficar ‘presas’ a um único fornecedor. Quanto aquelas, que ainda se apoiam em infraestruturas próprias, estão tendo que enfrentar uma grande desvantagem competitiva por não participarem da comunidade de código aberto.

Como prova disso, temos o relatório “The Open Source Era” (no português, A Era do Código Aberto), encomendado pela Wipro e assinado pela Oxford Economics. Dos entrevistados, 63% acredita que o software de código aberto será fundamental para a agilidade nos próximos três anos, enquanto que 52% afirma que esta tecnologia já está apoiando o desenvolvimento de seus novos produtos e serviços.

Mas, desde a década de 90, época em que o código aberto se tornou popular, tem havido muitas dúvidas relacionadas ao seu nível de maturidade, bem como se as suas ferramentas estão realmente prontas para o uso ambientes de negócios. Com base neste estudo da Wipro, lhe mostraremos os motivos pelo qual o Open Source está alavancando o crescimento da cloud, bem como os seus principais benefícios e desafios. Acompanhe:

Open Source: o motor de crescimento da cloud

O código aberto, em seu conceito, refere-se a um modelo de desenvolvimento de software em que qualquer pessoa é livre para fazer melhorias contínuas em um produto. O código fonte fica disponível ao público, que pode usar ou modificar o produto original. É basicamente um modelo descentralizado de desenvolvimento de software, muito diferente do tipicamente usado pelas empresas para criarem seus produtos comerciais. Mas alguns gestores de TI ainda não estão completamente confortáveis com a ideia de usar produtos de código aberto. E quando se trata da nuvem, essa preocupação leva a discussão sobre o nível de maturidade geral do Open Source. Porém, a Wipro, uma multinacional de consultoria de TI, está trabalhando arduamente para demonstrar que a nuvem de código aberto está realmente pronta para ser usada pelas empresas. Tanto é que ela apresentou recentemente o seu novo relatório, baseado em uma entrevista com 100 executivos de negócios e tecnologia na Ásia, Europa e América do Norte, das indústrias de saúde, finanças, varejo e órgãos governamentais. De acordo com ele, as ferramentas Open Source impulsionarão iniciativas de Cloud Computing e alavancarão os esforços em big data em até três anos. Existem pessoas especializadas no assunto defendem que só os programas de código aberto permitem às empresas tornar os seus negócios digitais mais eficientes, através da otimização da interoperabilidade dos vários sistemas e soluções e da mitigação de custos de aquisição e de licenciamento de tecnologia proprietária.

Para além de dizer que o desenvolvimento de software caminha, inevitavelmente, para o open source, muitos dos projetos que deram origem a alguns dos mais significantes progressos tecnológicos, como as redes sociais ou a própria Internet, foram resultado de investigação e de desenvolvimento operados sobre software de código aberto.

Os benefícios do código aberto

De acordo com o estudo, os sistemas Open Source proporcionarão inovações incríveis tanto em empresas multinacionais como no setor público em todo o mundo. Isso porque eles permitem às organizações se concentrarem naquilo que realmente importa. “Se tivéssemos que construir tudo a partir do zero, seriam anos até lançarmos boas aplicações. Mas com as boas estruturas e pacotes de código aberto, a implantação tomou um impulso. Elas nos permitiram concentrar em nosso conteúdo exclusivo e tecnologia diferenciadora”, disse Colin Bodell, CTO da Time Inc.

Já Bhanumurthy BM, presidente da área de Business Application Services da Wipro, disse que “o código aberto hoje já é sólido, expansível e está sendo usado por organizações para criar vantagens competitivas. Com seu modelo de compartilhamento, tem sido capaz de permitir uma melhor colaboração entre os desenvolvedores, proporcionando lançamentos mais rápidos e redução do custo total de propriedade”. Algumas empresas estão até optando por usarem o Open Source para resolver problemas específicos de seus negócios. No caso do setor de mídia e entretenimento, que está enfrentando a crescente necessidade de armazenamento de dados, muitas companhias estão utilizando a nuvem em código aberto para construir plataformas de armazenamento distribuído de baixo custo. Já os profissionais de saúde estão adotando o open Source para melhorar a confiabilidade do software e aumentar a disponibilidade das informações, para que assim possam atender os pacientes de forma contínua e sem quaisquer interrupções causadas por falhas.

A maior segurança dos softwares livres é mais um motivo para sua adoção. Por serem menos utilizados, também são menos visados por hackers, vírus e programas maliciosos.

Os desafios que precisarão ser enfrentados

A Cloud em código aberto proporciona economia de custos, estimula a inovação nas empresas, reduz as barreiras de implantação e ainda oferece uma ampla comunidade de apoio, que monitora e divulga rapidamente vulnerabilidades e problemas dos softwares. Apesar de todos estes benefícios, os CIOs e líderes de TI ainda não conseguem adota-la devido à falta de profissionais qualificados para realizar o seu gerenciamento. Na pesquisa, 56% dos entrevistados apontaram como desafio a falta de talento para alcançar seus objetivos com a tecnologia. “As soluções de código aberto para gerenciamento de conteúdo foram avaliadas, mas não a adotamos, principalmente por causa da disponibilidade de competências”, disse Shiju Thomas, vice-presidente de TI da Qatar Airways. Mas com a crescente adoção do Open Source e a abundância de empresas que participam da comunidade, certamente este desafio será superado nos próximos anos.

Outro ponto que leva os Líderes de TI a não adoram o Open Source, é mais voltada ao suporte, pois não existe uma base de conhecimento sólida, ou alguma empresa que lhe de garantia que para determinada falha, a resolução esteja próxima ou já conhecida, ou ainda que exista solução.

Por isso é importante sempre analisar o tipo de aplicação onde colocaremos Open Source ou sistemas proprietários.

Viu só como o Open Source está impulsionando a cloud? Quais dos seus benefícios você considera mais importante para as empresas? Conte para a gente suas opiniões nos comentários!