Novo Normal: Saiba como o colocation está sendo a saída em tempos de Covid

No Novo Normal, o Colocation é um serviço essencial para a continuidade operacional das empresas. Apenas no país, de acordo com a Agência Brasil, 46% das empresas adotaram o home office. Em uma realidade como a nossa, de milhares de empresas ativas, essa porcentagem significa muito.

No entanto, possibilitar o home office não é uma tarefa simples. Não se trata apenas de pedir para o funcionário levar o notebook para casa. É preciso ter toda uma infraestrutura digital de dados que contribua para essa flexibilidade e dinamismo operacional. Pense bem: no escritório, toda operação funciona junta, de forma centralizada.

Falamos de uma banda, uma origem dos acessos, um ecossistema bem menos complexo. No home office tudo isso é multiplicado pelo número de funcionários afastados, trabalhando de casa.

Para potencializar tamanha operação, as empresas voltaram seus olhos para o Colocation.

Nesse conteúdo, vamos falar mais sobre o assunto, buscando compreender o importante papel do serviço de Colocation na otimização do uso de data centers e na capacitação do home office em escala global.

Confira!

A necessidade de um Bom data Center para apoiar o novo normal

Você sabe a importância de um bom Data Center na sua empresa, certo? Agora pense que, no novo normal ocasionado pela pandemia, esse fator é crucial para o seu sucesso.

De certo modo, é possível dizer que a pandemia engatilhou uma mudança relevante no mundo dos negócios, que passou a adotar o digital como ambiente principal.

Tudo isso impulsionado por outra mudança, mas interna, que colocou os funcionários em regime de home office.

Então, como lidar com a demanda operacional de uma empresa que se volta para o digital, além do fator home office?

A resposta você já sabe: com um bom Data Center.

A questão é que, por muito tempo, as empresas estavam com infraestruturas defasadas — por desconhecimento, preço, entre outros fatores.

No entanto, com a pandemia, a exigência dessa infraestrutura decolou. Isso serviu de brecha para que as empresas vissem o problema em que estavam metidas.

Podemos citar vários, como a dependência de sistemas legados e processos puramente manuais, ineficiências de conectividade e instabilidades que prejudicam o dia a dia de trabalho.

Para não ficar para trás, as empresas viram a necessidade de investir em capacidade de TI — e o Colocation é uma das melhores alternativas nesse campo.

Colocation: aliado das empresas em tempos de Covid

O Colocation pode atingir um crescimento global de quase 15% ao ano até 2030. Esses são dados levantados pela redação do Globe Newswire.

Mas você sabe o que é o Colocation?

De forma simples, veja só:

O Colocation é um serviço que permite à empresa alugar a infraestrutura de dados de um provedor especializado, bastando apenas migrar seus servidores para funcionar com todo potencial.

No novo normal, o colocation é uma solução ideal tanto no quesito estrutural como financeira. Um dos motivos é que bons provedores de Colocation possuem Data Centers carrier neutral — ou seja, que não estão atrelados a uma única operadora.

Ou seja, uma vez que o cliente acessa esse ecossistema, ele pode aproveitar de serviços diferentes de vários provedores — de acordo com suas necessidades e possibilidades.

Além disso, para oferecer o melhor serviço, provedoras especializadas investem em uma infraestrutura com alto potencial conectivo. 

Isso garante 100% de estabilidade para os servidores, sistemas, aplicações e operações das empresas que contrataram o Colocation.

Ou seja, a organização capacita toda operação home office pois conta com um bom serviço de Data Center, e reduz significativamente os custos operacionais.

Afinal, você otimiza a infraestrutura digital, elimina gastos com o banco de dados on premise como:

  • segurança do data center;
  • consumo de energia elétrica;
  • manutenção do local, bem como refrigeração;
  • pagamento do time de manutenção e limpeza;
  • updates de hardware, licenças de software e demais equipamentos para suportar todo ambiente;

Outro ponto é a escalabilidade:

Basta requisitar uma maior capacidade de conectividade ou armazenamento que o provedor especializado de Colocation irá liberar.

Ascenty: a melhor escolha de Colocation na América Latina

Sabia que a Ascenty é a melhor escolha de Colocation não apenas no Brasil, mas em toda América Latina? Além disso, o auxílio de uma equipe especializada, como a da Ascenty, vai agregar maior conhecimento à sua operação.

Afinal, a equipe certificada conhece a tecnologia de Data Centers e do Ecossistema de Conectividade como nenhuma outra, podendo auxiliar sua empresa quando, onde e como precisar.

No novo normal, isso é essencial, visto que a tendência, segundo o jornal alemão DW, é que o home office continue em alta mesmo após a pandemia.

E se 2020 já significou um baque operacional e de resultados para a sua empresa, temos certeza de que você não quer que os demais anos sejam de incertezas, certo?

Investir em Colocation pode posicionar a sua organização no topo da concorrência —  e a Ascenty tem o que é preciso para ajudar nessa jornada.

Além de ser a maior empresa de Data Centers da América Latina, possui mais de 22 bancos de dados espalhados pelo Brasil e uma rede de fibra óptica própria de mais de 4.500 quilômetros de extensão.

A Ascenty é referência em serviços de Infraestrutura de TI, como o Colocation, e pode ajudar sua empresa a se tornar mais flexível, capaz e resiliente.

Converse com um de nossos especialistas e entenda como a Ascenty pode ajudar o seu negócio a implementar o melhor Colocation do mercado!

E se você gostou desse conteúdo, que tal continuar lendo os artigos aqui do blog da Ascenty para aprender mais sobre gestão tecnológica, infraestrutura de TI, data centers e Colocation?

Esperamos que goste!