O que é Data Center e quais as tendências para o futuro?

A transformação digital e a necessidade de as corporações trabalharem com um volume maior de dados criaram um ambiente favorável para mais investimentos em infraestrutura de Tecnologia da Informação. Para os recursos serem devidamente aplicados, é preciso entender o que é data center.

Sem o devido conhecimento dessa estrutura, um empreendedor corre um sério risco de desperdiçar uma boa oportunidade de reduzir custos e de contar com serviços de TI extremamente qualificados.

Neste post, destacaremos diversos fatores ligados ao funcionamento de um Data Center e mostraremos como esse ambiente tem um papel cada vez mais decisivo para o mundo corporativo, principalmente tem tempos de home office. Confira!

O que é data center?
 

O data center é uma edificação que se destina a receber uma infraestrutura com várias redes de computadores. Por causa da relevância dos dados na conjuntura atual, esse ambiente deve ficar em um local seguro, onde seja mínimo o risco de desastres naturais (terremotos, furacões etc.).

A segurança e a integridade física do prédio são fatores que devem ser levados em consideração na hora de construir um data center. Outro ponto importante abrange o acesso a redes de energia, de dados e de links, porque influenciam no funcionamento dessa estrutura, cujos objetivos são proporcionar segurança e um alto nível de disponibilidade das informações.

Para entender o que é data center, é necessário conhecer a organização desse ambiente. Ele é composto por piso elevado (estrutura móvel que acomoda e suporta equipamentos pesados, como servidores, racks etc.).

Abaixo desse piso, ficam os dutos de circulação de ar resfriado e de energia elétrica. O data center deve manter a temperatura interna e umidade do ar dentro de um determinado limite, para que os equipamentos apresentem um bom desempenho e tenham menos riscos de apresentarem defeitos.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é a necessidade de o fornecimento de energia elétrica ser ininterrupto. Isso é indispensável para os dados estarem sempre disponíveis para os clientes.

Para os problemas de abastecimento de energia não prejudicarem um data center, é fundamental que esse ambiente tenha duas ou mais redes elétricas e possua recursos, como baterias, nobreaks e geradores.

Detalhes

Há mais detalhes que devem ser observados para o entendimento perfeito sobre o que é Data Center. Um deles é a necessidade de contar com links que apresentem velocidades elevadíssimas e uma grande capacidade de trafegar com volumes de informação bastante robustos.

Também é relevante promover o isolamento físico de áreas sensíveis, onde ficam os dados armazenados. Para isso ser efetivado, deve haver um controle de acesso rigoroso.

Outro cuidado engloba os sistemas de detecção e combate a incêndios que se destacam pelo uso de gases, responsáveis por eliminar qualquer chama ou foco de maneira imediata. A segurança do ambiente precisa ser reforçada ao máximo, o que justifica o uso de câmeras de vigilância, verificação biométricae outros dispositivos.

De forma muito segura, o data center tem como finalidade acomodar servidores, que estão interconectados por redes. Para isso ser feito de maneira exemplar, esse ambiente deve contar com uma infraestrutura para armazenar e processar os dados de maneira ininterrupta.

 
A importância dos Data Centers no quesito de segurança corporativa
 

Ao assimilar o que é data center, percebe-se que essa estrutura é muito importante para as corporações, porque oferece um grau elevado de segurança às informações e aos equipamentos. Além disso, é responsável por garantir que os dados corporativos tenham um alto nível de disponibilidade.

À medida que um data center apresenta mecanismos de segurança que seguem as melhores práticas do setor de TI, menores são as chances de os sistemas e as redes de uma empresa serem invadidos por cibercriminosos.

Esse fator mostra que os data centers são necessários para as companhias construírem e consolidarem uma posição de prestígio no mercado. Um dos motivos é que minimizam os riscos de hackers terem acesso indevido a informações que estavam sob a responsabilidade de uma organização.

O vazamento de dados não causa apenas prejuízos financeiros a uma instituição, mas também de imagem. É um aspecto que justifica as organizações optarem por guardar as informações em data centers, seja por meio de nuvem privada, pública ou híbrida.

As tendências dos Data Centers para o Futuro
 

A evolução tecnológica também contempla o segmento de data centers. Há diversas ações voltadas para esse ambiente atingir um desempenho cada vez mais expressivo nos próximos anos. Para você entender isso, melhor vamos apresentar algumas delas agora. Acompanhe!

Hyperscale ou Hiper escalabilidade


O nome pode até assustar um pouco, mas pode ser facilmente compreendido. Essa característica consiste na capacidade de otimizar ao máximo os recursos disponíveis e garantir o fornecimento dos serviços de forma escalável, ou seja, de acordo com a demanda e prevendo grandes volumes de utilização.

Isso é viável pelo foco em aperfeiçoar recursos importantes para o funcionamento de um data center, como a refrigeração. Ela contribui para os servidores não ficarem superaquecidos, o que colabora para evitar problemas nos equipamentos.

Outro elemento marcante do Hyperscale Data Center é que abrange o uso de energia elétrica com muita eficiência e controle, propiciando que os equipamentos ali hospedados tenham diversos níveis de proteção no fornecimento de energia elétrica, o que por sua vez também otimiza o funcionamento dos equipamentos e garante que possam atingir o nível ideal de desempenho.

Também é válido destacar o maior equilíbrio entre a carga de trabalho dos servidores. Assim, os equipamentos passam a ser utilizados de maneira mais estratégica, favorecendo um rendimento mais expressivo e um maior nível de disponibilidade das informações.

Mais proximidade com a Internet das Coisas


Para a Internet das Coisas (IoT) estar cada vez mais presente na vida das pessoas, é fundamental que haja uma infraestrutura de TI mais robusta e menos sujeita a falhas.

No caso dos data centers, a IoT exige mudanças relacionadas com as conexões de rede e de segurança, para o ambiente funcionar sem interrupções.

A Internet das Coisas também vai provocar mudanças na gestão do data center. Uma das razões é que os dados coletados por sensores contribuirão não apenas para aperfeiçoar os trabalhos de manutenção e segurança, mas também para reduzir custos.

Conexão com redes 5G


A ampliação da IoT está diretamente ligada com o desenvolvimento de redes 5G, que se caracterizam pela velocidade na transferência de dados e pela capacidade de suportar mais aparelhos trocando informações ao mesmo tempo.

Esse cenário exige que o data center tenha uma infraestrutura de ponta para suportar um fluxo contínuo de dados, sem haver paralisações, aumento de latência ou perda de rendimento. Se os gestores não acompanharem esse movimento, as empresas terão cada vez mais problemas para seguir as tendências da transformação digital.

Uma compreensão perfeita sobre o que é data center é muito importante para uma companhia estar habilitada a manter os serviços disponíveis para o público-alvo e investir em tecnologia de forma estratégica.

A Ascenty é a líder no mercado da América Latina em Data Center e está preparada para trazer o que há de mais novo em relação a essa solução. Entre os benefícios e ter a Ascenty como parceiro, você conta:

  • Infraestrutura de padrão internacional, com Data Centers interligados e estrategicamente distribuídos;
    projeto desenvolvido com flexibilidade, qualidade e segurança;
  • Mais de 4.500 km de fibra óptica própria, conectando todos os pontos de interesse e garantindo a continuidade das operações;
  • menor latência e maior SLA de disponibilidade do mercado;
  • Conexão com as principais nuvens públicas do mercado;
  • Conexão direta com os principais provedores de conteúdo da internet.

Ficou interessado? Basta entrar em contato com um de nossos consultores que estão sempre dispostos a lhe atender.

Como a conexão com os Cable Landing Station pode ajudar a sua empresa

Deseja ouvir em vez de ler o nosso artigo?

Muito possivelmente você já ouviu falar de cabos submarinos que são usados para interconectar diferentes países, continentes e estados, e que sua chegada acontece nas estações terrestres (Cable Landing Station – CLS) e, deste modo, sua função é transmitir sinais de telecomunicações por longas distâncias. 

Esse tipo de tecnologia é uma excelente opção para as empresas que buscam uma interconexão com baixa latência, alta capacidade e custo reduzido.  Por isso, neste artigo, iremos falar como o sistema CLS (Cable Land Station) pode auxiliar nos seus negócios. Continue a leitura e saiba mais! 

Cable Landing Station: o que é e como funciona? 

O Cable Landing Station é o ponto de aterrisagem dos cabos submarinos internacionais. No Brasil, existem seis cabos submarinos em funcionamento, conectados a três estações: Praia Grande (SP), Praia do Futuro (CE) e no Rio de Janeiro (RJ).  

Por meio de fibra ótica, esses cabos conseguem transmitir dados como voz, imagens, mensagens de texto e outros, podendo chegar até 9 mil Kms sem que seja preciso regenerar o sinal. É na Cable Landing Station que ficam os dispositivos responsáveis por fazer a regeneração do sinal óptico e a de multiplexação dos sinais, ou seja, o Cable Landing Station é o ponto que concentra as principais tecnologias, responsáveis por garantir que a informação seja transmitida entre os pontos de interesse e interconexão.  

Vale ressaltar que, atualmente os cabos submarinos são responsáveis por 99% das comunicações entre países separados pelo oceano, ou seja, todos os continentes são ligados por eles. 

NAP e Cable Landing Station: entenda a relação 

Network Access Point (NAP), ou Ponto de Acesso à Rede, na tradução em português, são um ou vários pontos com alto potencial de conectividade e acesso aos principais provedores do mundo. 

As vantagens do NAP são ainda melhores para as organizações que necessitam de conexões internacionais, por meio de uma conexão poderosa e com custos operacionais bem menores. 

O NAP da Ascenty funciona como um ponto de acesso à rede com alto nível de conectividade de várias operadoras nacionais e internacionais, além de provedores de conectividade e prestadores de serviços, formando um ecossistema eficiente e flexível. 

E como o NAP e o Cable Landing Station se relacionam?  Nosso NAP é um ponto de interconexão e em seu projeto, os cabos de fibra óptica são conectados até os canais de desembarque dos cabos submarinos na Praia Grande (SP), onde estão os principais pontos de conexões de fibras submarinas das grandes operadoras internacionais. 

Além de criar um ponto de roteamento de sinal das operadoras internacionais dentro da Ascenty, outro benefício é a garantia do melhor transporte entre as estações submarinas e o Data Center, por meio da própria rede de fibra óptica, oferecendo uma conexão de alta qualidade, baixíssima latência e alcance internacional. 

O principal objetivo em ter conexão entre o Data Center e a Cable Landing Station é garantir que a informação chegue de forma rápida e confiável aos clientes, viabilizando assim os mais diversos projetos e interconexões e o alcance global. 

É importante destacar que todos os data centers da Ascenty estão conectados ao NAP, o que forma um completo Ecossistema de conectividade. Ou seja, qualquer cliente da Ascenty tem total acesso a todo ecossistema de conectividade e soluções. 

Qual a importância de estar conectado a um Cable Landing Station? 

Com o aumento significativo do tráfego de dados no mundo, as empresas que realizam negócios internacionais precisam de acesso a redes com alta capacidade e baixa latência, e com altos níveis de segurança e confiabilidade. 

Os cabos submarinos possuem diversas vantagens quando comparados aos satélites, como, por exemplo, no caso de chuvas fortes ou tufões, que não afetam o seu sinal, e o tráfego de dados que chega a ser até 1.000 vezes maior e a um custo muito menor. 

Por que se conectar a um Cable Landing Station por meio da Ascenty?

No Brasil, existem uma série de riscos quando se fala em conectividade. Redes antigas, padrões de fibras abaixo dos padrões exigidos pelo mercado, problemas regulatórios, rede com SLA ruim e de baixa qualidade. 

O diferencial da Ascenty é que seu NAP foge do conceito de local fixo. Temos um ecossistema totalmente interconectado, que permite diferentes tipos de interconexão, com foco em atender exatamente a necessidade dos nossos clientes. Além disso, não é necessária as interconexões do ecossistema podem acontecer de forma remota, pois a Ascenty se posiciona como um Data Center Carrier Neutral, viabilizando conectividade por meio de qualquer operadora ou ISP posicionado como membro do ecossistema ou até pela própria rede da Ascenty, que hoje conta com mais de 4.500KM de fibra própria.  

Dessa forma, garantimos uma conexão ampla e direta com baixa latência, alta disponibilidade, segurae resiliente. Nosso maior objetivo é proporcionar aos clientes a melhor experiência, segurança e conforto que já temos em nossos serviços de data centers, ao estender a qualidade da nossa rede de fibra óptica até os principais pontos de conexão com outros continentes. 

Quer saber mais sobre o assunto e melhorar a qualidade da sua conexão, aumentar a segurança de seus dados e o seu acesso às informações do mundo inteiro?  Agende uma reunião com um de nossos especialistas. Iremos ajudar a sua empresa

Home Office: A importância da infraestrutura de tecnologia

Sem tempo para ler? Que tal ouvir esse texto? É só clicar no Play!

A crise econômica causada pela pandemia do novo Coronavírus já começa a se estabelecer em todo mundo. Com a necessidade de isolamento social, muitas empresas se viram obrigadas a parar suas operações e prezar pela saúde pública, mantendo funcionários em casa. Em números, os impactos estimados chegam a ser maiores que grandes crises anteriores, como a da bolsa americana em 2008 ou do 11 de setembro. No entanto, a boa notícia é que algumas empresas conseguem manter a engrenagem girando ao implementar uma filosofia moderna de trabalho: o home office.

A verdade é que a essa proposta atrai muitas organizações atualmente.

Não por menos, com o estabelecimento do mundo digital, vários negócios basicamente vivem de produtos, soluções ou serviços que se concentram na esfera online. E mesmo para empresas cujo foco não é inteiramente digital, várias operações do dia a dia podem ser conduzidas de um Laptop.

No entanto, é importante frisar que apenas o device pode não ser o suficiente. Ao observar as perspectivas para o futuro, é fácil encontrar estimativas pessimistas quanto ao retorno à normalidade.

Em pronunciamento no fim de março, o Ministro da Saúde mencionou a possibilidade da situação normalizar por agosto ou setembro de 2020. Para especialistas, porém, essa realidade pode levar um bom tempo; até dois anos.

Com o cenário de incertezas tão grande, é missão das empresas se preparar para uma nova dinâmica de trabalho. E se no mundo dos negócios, tudo é uma oportunidade, essa agora deve ser encarada assim.

Por isso, a adoção do home office é uma solução mais que bem-vinda. Porém, como mencionamos, ela não se dá apenas pelo laptop ou smartphone do colaborador. É preciso que a empresa possua uma infraestrutura de tecnologia competente para oferecer a flexibilidade, escalabilidade e segurança que o trabalho remoto necessita.

Quer aprender mais sobre o tema e quais soluções podem se encaixar perfeitamente no fortalecimento da sua infraestrutura de tecnologia? Então continue a leitura!

Adoção de soluções em nuvem


O que queremos dizer quando falamos de infraestruturas de tecnologia engessadas, que não permitem uma mínima flexibilização do trabalho?

É quando toda sua gama de plataformas, programas e softwares fica restrita ao ambiente do trabalho. Normalmente, instalada de forma unitária em cada PC ou laptop.

Essa centralização, na verdade, burocratiza e dificulta o trabalho. Por isso, a adoção de soluções em nuvem é uma boa alternativa para você possibilitar o home office de maneira otimizada para a equipe.

Com isso, você consegue contratar soluções descentralizadas, que funcionam em qualquer lugar e de qualquer dispositivo capacitado — basta ter a licença do produto.

É o que se chama de SaaS ou PaaS — Software como Serviço ou Plataforma como Serviço. Alguns famosos, como o AWS da Amazon ou Azure da Microsoft são considerados verdadeiras plataformas de serviços.

Sabe o que pode ser ainda melhor e mais dinâmico? Contar com um serviço que possibilita a interconexão entre esses diferentes serviços. Quer saber mais? Confira o próximo tópico!

Interconexão de redes

A interconexão é o próximo passo no que diz respeito à liberdade do seu negócio de acessar diferentes serviços de distintas provedoras cloud.

Afinal, muitas vezes você pode se aproveitar de um núcleo de soluções da AWS, por exemplo, mas o core do seu negócio estar nas soluções da Azure. E então, como proceder?

Bom, apostar em um serviço de interconexão é o passo principal para atingir um alto nível de maturidade corporativa!

Por exemplo: o Cloud Connect, serviço da Ascenty, conecta sua empresa aos principais clouds do mercado. Dessa forma, você acessa sem restrições os recursos na nuvem de diversos provedores, por meio de conexões diretas — ou seja, com menos latência e mais eficiência.

Terceirização do Data Center da sua empresa

Se falamos em eficiência acompanhada de redução de custos, a terceirização do data center deve ser uma das estratégias por trás do seu home-office.

Afinal, manter um data center em sua empresa pode ser bastante custoso. Aqui, falamos de gastos que vão além do hardware: é preciso de espaço físico climatizado para sua permanência, assim como manutenção qualificada constante e investimentos em atualização de componentes, que podem ficar obsoletos em pouco tempo.

A terceirização surge como uma solução para prevenir isso.

Ou seja, você se utiliza da infraestrutura de data centers de uma empresa especializada no assunto, como a Ascenty.

Com a maior infraestrutura da América Latina, a Ascenty possui 21 data centers em funcionamento ou construção. Com qualidade e padrão mundial TR III, ela consegue proporcionar um ambiente eficiente, com alta redundância, resiliência e suporte, além de segurança de ponta.

Além disso, todo serviço da Ascenty é garantido por SLAs firmados ao contratar o data center. Ou seja, toda escalabilidade para que seu negócio cresça — mesmo em tempos de crise, seja no escritório ou no home office.

Vantagens do Colocation em épocas de crise

Para quem busca uma solução ainda mais em conta para manter a infraestrutura de dados rodando durante a crise e ativa no home office de sua equipe, o colocation é uma alternativa.

O serviço se trata do aluguel de um data center. Ou seja, você aluga toda a estrutura na empresa especializada conforme sua necessidade.

Basta instalar seu servidor na infraestrutura da provedora e pronto — você economiza com gastos como energia, manutenção, e tudo mais!

Além disso, é um serviço totalmente escalável — sua empresa pode aumentar a demanda conforme necessitar, sem limites.

Disaster Recovery

Em tempos de instabilidades, é essencial estar de olho no andamento de todos os serviços contratados. Afinal, qualquer desastre pode ser fatal e ocasionar perdas inimagináveis para sua empresa, em especial no quesito dados.

Ter um plano de Disaster Recovery, portanto, é essencial para que as empresas se mantenham tranquilas durante o dia a dia de produção no home office. Pois significa que no back-office tudo ocorre bem e com máxima segurança.

O plano oferecido pela Ascenty, por exemplo, cobre todas as áreas críticas da sua empresa.

Com o estabelecimento de uma política reforçada de segurança, com procedimentos predefinidos, você tem a certeza de manter a sua operação em atividade.

Além de desastres naturais, o plano de Disaster Recovery com a Ascenty é ideal para empresas que vão aderir ao home office. Afinal, antecipa também falhas humanas, investidas hackers, falta de conectividade etc.

A importância da conectividade para o Home Office

Para se manter competitivo hoje em dia, especialmente em tempos de home office, é essencial garantir a melhor conectividade para suas operações. Que esse é um fator importante para o sucesso do seu negócio, portanto, não há dúvidas.

A Ascenty está preparada para assumir essa demanda para sua empresa. Além da infraestrutura de data centers, ela possui uma rede de fibra óptica própria com mais de 4.500 km de extensão.

Além disso, possui em seu portfólio serviços como Lan to Lan, MPLSDWDMLink IP e PIX(IX.br). Tamanha variedade de soluções se adequa à diversas realidades corporativas, capaz de colocar sua empresa no topo da corrida contra a concorrência — e ainda prepará-la para o futuro, seja no escritório ou no home office. 

E então, que tal contar com a Ascenty para melhorar a sua experiência home office e manter a produtividade do seu time em alta, mesmo em tempos de crise? Conte conosco e venha conversar com um de nossos especialistas agora mesmo!